Nova Toyota Hilux 2016

A Toyota lançou a oitava geração da picape Hilux. Renovada, o modelo vem com extensa lista de equipamentos, novo motor e transmissão.

Os preços variam entre R$ 118.690 (cabine simples e câmbio manual) até R$ 188.120 (cabine dupla e câmbio automático de seis marchas).

Com um design forte, a nova Hilux combina a força e a funcionalidade necessárias para o trabalho com a beleza e a elegância desejadas para o uso recreativo. Comparada à geração anterior, a nova Hilux é 7 cm maior (5,330 mm), 2 cm mais larga (1,855 mm) e 4,5 cm mais baixa (1,815 mm). O entreeixos permanece com excelentes 3,085 mm. Para atender às necessidades e exigências de diferentes perfis de cliente, seja no trabalho pesado, lazer ou multiuso, há seis diferentes versões da nova Hilux. São elas: Chassi-cabine 4x4 e câmbio manual; Standard 4x4, nas configurações com cabine simples ou dupla, também com transmissão manual de seis velocidades; SR; SRV; e a novíssima e exclusiva top de linha SRX. As três últimas são equipadas com tração 4x4 e transmissão automática de seis velocidades.

Seu aspecto forte é transmitido pelos para-lamas largos, que agora fazem parte do corpo da carroceria, e no movimento expresso pelas laterais da grade superior, que descem pela entrada de ar inferior, criando um desenho trapezoidal.

Para garantir uma aparência mais limpa, a localização dos limpadores e do lavador do para-brisa foi aprimorada, enquanto o intercooler foi deslocado para a frente do motor. Na prática, a entrada de ar do intercooler, antes localizada em cima do capô, foi eliminada. Por falar em capô, a peça recebeu vincos bem marcados e está mais afilada, formando uma junção perfeita com a grade frontal e com o conjunto ótico dianteiro.

Realçando ainda mais o design inovador, a versão SRX é equipada com faróis de LED, com projetor e ajuste automático de al, além de luzes diurnas de LED. As demais versões estão equipadas com faróis de halogêneo.

A versão SRX é equipada com novas rodas de liga leve de 18 polegadas e com pneus 265/60R18, enquanto as versões SRV e SR trazem rodas de liga leve de 17 polegadas e pneus 265/65R17. As outras possuem rodas de ferro de 17 polegadas, com pneus 225/70R17.

O design traseiro completa o conjunto elegante e forte da dianteira e lateral. Destaque para o novo grafismo das lanternas verticais. As versões SR, SRV e SRX contam com a maçaneta de abertura da tampa cromada, onde também está localizada a câmera de ré, proporcionando à nova Hilux uma aparência mais fluida. O para-choque foi projetado para melhorar a acessibilidade à caçamba, e é cromado nas versões SR, SRV e SRX.

O design interno também foi redefinido, seguindo o conceito de força e emoção, unindo a confiabilidade e a funcionalidade necessárias para um espaço de trabalho com a elegância e a estética exigidas para o uso pessoal.

Nas versões SRX e SRV, um friso metálico horizontal cruza o painel de instrumentos de ponta a ponta, integrando as zonas de informação (painel de instrumentos) e operação — controles do ar-condicionado e do sistema de som e navegação. Este item, aliado a outros detalhes, tais como a iluminação na cor azul do painel de instrumentos, cria uma atmosfera elegante e funcional.

Nas versões SR, SRV e SRX, o volante traz as funções do áudio, telefone e comandos de voz, para que o motorista possa realizar todas as operações sem tirar as mãos dele. Somado a esta comodidade, as versões SRV e SRX possuem controle de velocidade de cruzeiro.

Outra novidade é o display colorido de 4,2”, localizado no meio do painel de instrumentos, entre o velocímetro e o conta-giros, que equipa as versões SRV e SRX. Dentre as funções disponíveis, destacam-se as informações de fácil leitura do áudio, do sistema de navegação ou da performance de pilotagem. Por exemplo, o indicador “ECO” é uma função que avalia o desempenho da condução e ajuda a reduzir o consumo de combustível.

As versões SR, SRV e SRX possuem um dispositivo de áudio ligado à uma tela touchscreen de 7”, com funções de DVD, MP3, entrada auxiliar de vídeo e seis alto-falantes, e que fornece informações de consumo de combustível e da câmera de ré, para facilitar manobras de estacionamento. As novas Hilux SRV e SRX também contam com navegador GPS e TV digital.

Com o objetivo de oferecer uma excelente posição de condução, todas as versões estão equipadas com volante com ajuste de altura e profundidade. Além disto, em relação à geração anterior, a altura entre o assento dos bancos dianteiros e o teto foi elevada, bem como o espaço lateral para os ombros em 1,9 cm (1,441 mm), nos bancos dianteiros.

Sem descuidar da força e da confiabilidade, a nova Hilux tem configuração de suspensão aprimorada – independente com braços duplos triangulares, molas helicoidais e barra estabilizadora, na dianteira, e eixo rígido com molas semielípticas de duplo estágio, na traseira, proporcionando uma dirigibilidade ainda mais confortável, reduzindo vibrações ao rodar em pistas irregulares em baixas velocidades, e ondulações, em média e alta velocidades. Esta nova configuração melhora consideravelmente o conforto, a níveis somente percebidos, até agora, em outras categorias de veículos, como os utilitários esportivos.

Novos motores

A equipe de engenharia desenvolveu um novo motor turbo diesel com intercooler, pertencente à recém-lançada série Global Diesel (GD).  O desempenho foi aperfeiçoado com a melhoria da eficiência dos sistemas de injeção e de admissão. Por sua vez, o peso do motor foi reduzido, incrementando o consumo de combustível e diminuindo a fricção das partes mecânicas. Como já é tradição nos motores da Toyota, este utiliza corrente, em vez de correia dentada, o que reduz os custos de manutenção.

O Toyota 2.8L possui quatro cilindros em linha, com turbo compressor de geometria variável (TGV) e intercooler. Mesmo com 200 cilindradas a menos do que o Toyota 1KD da geração anterior, esta evolução melhora o nível de consumo e desempenho, já que tem 6cv a mais (177 cv a 3.400 rpm) de potência. Com relação ao torque, houve aumento de 22% na picape com transmissão manual (42.8 kgfm entre 1.400 e 2.600 rpm) e um aumento de 31% na versão com transmissão automática (45.9 kgfm entre 1.600 e 2.400 rpm).

Os dados de consumo que serão informados pelo INMETRO são: 9,03 km/l em trecho urbano e excelentes 10,52 km/l em uso rodoviário, para a picape automática. Para a nova Hilux com transmissão manual, os resultados são ainda melhores: 9,3 km/l e 11,5 km/l, respectivamente.

A nova transmissão automática de seis velocidades, que equipa as versões SR, SRV e SRX, foi desenvolvida para potencializar o desempenho do motor. A nova relação de marchas está ajustada para privilegiar arrancada mais vigorosa em primeira marcha, e elevar a economia de combustível em sexta.

Esta nova transmissão de seis velocidades traz a tecnologia Super ECT, que adequa o desempenho do veículo ao estilo de condução do motorista, quantidade de carga à inclinação do terreno.

As versões Standard, nas configurações com cabines simples e dupla, e chassi-cabine trazem uma nova transmissão manual de seis velocidades, apropriada ao propósito de uso, que é, prioritariamente, o trabalho.

A capacidade de reboque da Hilux foi melhorada e pode suportar até 3,5 toneladas, com trailer, dependendo da versão Na linha 2016

O motorista pode adaptar seu estilo de condução à nova Hilux, selecionando os modos ECO ou Power. O ECO suaviza a aceleração, adequando o curso do pedal do acelerador a uma condução mais econômica e, ao mesmo tempo, dosa o funcionamento do sistema do ar-condicionado.

No modo Power, o motorista pode aproveitar uma direção mais vigorosa, pois o mecanismo realiza um ajuste fino da ECU do motor, de acordo com o ângulo do pedal do acelerador, proporcionando respostas mais rápidas. Este modo de condução é ideal quando o condutor enfrenta situações de ultrapassagem ou ainda quando o veículo transporta cargas pesadas por longos percursos ou aclives acentuados.

Nas versões SRV e SRX, a nova Hilux está equipada com o assistente de partida em rampas (HAC), dispositivo que melhora a experiência off-road e facilita as manobras em subidas, acionando os freios automaticamente em uma posição de parada.

A SRV e a SRX também trazem o controle de tração ativo (A-TRC). O equipamento previne saídas laterais, aplicando pressão automática nos freios de qualquer uma das quatro rodas que podem estar perdendo aderência, transmitindo, assim, mais torque à roda oposta, o que garante a correta operação na tração do veículo.

Outro dispositivo de série, presente em todas as versões, é o bloqueador do diferencial traseiro. Quando ativado, o sistema permite que as duas rodas traseiras girem na mesma velocidade, aproveitando-se de todo o torque disponível, facilitando as manobras para que a picape saia de alguma situação adversa.

A versão SRX conta agora com o assistente de controle de descida (DAC). Em uma descida muito íngreme, quando o freio motor não é suficiente, pode-se ativar este sistema em um botão no painel. Automaticamente, a pressão do freio é enviada às quatro rodas, mantendo o carro sob controle, e fazendo com que o motorista se preocupe somente em mantê-lo alinhado.

Outras notícias da Toyota  Notícias de outras marcas Página principal 

Siga-nos nas redes sociais e fique sempre bem informado
logotipo facebook logotipo twitter logotipo youtube logotipo instagram logotipo pinterest

 

VEJA TAMBÉM

 

 

Heycar News ©2020

Lançamentos

  • Vídeos
  • novidades
  • Tecnologia
  • Mercado
  • Fotos
  • Recall
  • ficha técnica
Veja o vídeo do novo Audi TT RS Coupé com motor 2.5 de 5 cilindros e 400 cv de potência.
A BMW Motorrad lançou no Salão de Milão as novas F850 GS e F750 GS, que em breve serão nacionais.
Veja o vídeo de divulgação da nova picape Chevrolet S10 Turbo Diesel 2018 automática que ficou 13% mais econômica.
Acompanhe on board a volta completa do Honda Civic Type R que bateu o recorde no circuito de Nürburgring.
A Audi confirmou que vai lançar dois novos modelos da linha Q, que chegam ao mercado a partir de 2018.
Arteon é o novo sport coupe apresentado pela Volkswagen no Salão do Automóvel de Genebra.
Mesmo em um ano de retrações em todos os setores do País, a Peugeot foi ousada em 2016.
O novo Ford Mustang, que só será lançado em 2018 tem vídeo divulgado que revela todas as novidades.
A Ford divulgou informações sobre o quadro de instrumentos do Ford GT, que será lançado em março.
  • <
  • 1
  • 2
  • 3
  • >
Template Settings

Color

For each color, the params below will be given default values
Blue Oranges Red

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Spotlight3

Background Color

Spotlight4

Background Color

Spotlight5

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction