Audi Q7 3.0 TFSI é lançado por R$ 399.990

Totalmente reprojetado, o novo Q7 é ligeiramente menor por fora e, ao mesmo tempo, ganhou espaço no interior. O modelo tem preço sugerido de R$ 399.990.

Com tração integral permanente quattro, associada à eficiente transmissão automática Tiptronic de oito marchas e ao novo motor V6 3.0 TFSI com compressor e injeção direta de combustível, o maior SUV da Audi acelera agilmente até 100 km/h em apenas 6,1 segundos. A velocidade máxima é de 250 km/h.

Junto a tudo isso, a marca incorpora a mais avançada tecnologia eletrônica, com o revolucionário Audi Virtual Cockpit, um painel totalmente configurável pelo usuário, que mostra as informações à altura dos olhos do motorista por meio do head-up display. Com sistemas mais práticos de informação e entretenimento, o sistema conecta o usuário ao mundo da Internet e todos os seus recursos.

Os bancos do Q7 também são totalmente novos. Além de 19 kg mais leves e forrados com couro, os assentos oferecem um confortável posicionamento vertical e o melhor apoio lateral. Os apoios de cabeça podem ser ajustados não apenas verticalmente, mas opcionalmente também na horizontal. Os bancos dianteiros têm ajustes elétricos, com memória para o do motorista. Ambos trazem suporte lombar.

A segunda fileira de bancos também oferece espaço e conforto de alto nível. O encosto - dividido na proporção 35/30/35 - pode ser ajustado na inclinação em 16 posições. Opcionalmente, a Audi fornece a opção de sete lugares para o Q7. Seus encostos, divididos 50/50, podem ser posicionados eletricamente na vertical ao apertar um botão ou rebatidos na horizontal, integrando-se ao assolho do porta-malas. Para garantir uma entrada confortável para a terceira fileira, a Audi também equipa os assentos laterais da segunda fila com um elaborado mecanismo: eles podem ser dobrados em uma forma compacta e posicionados verticalmente.

Todos os bancos da segunda e terceira filas têm fixação Isofix para cadeirinhas infantis. Até seis cadeirinhas para crianças podem ser instaladas no novo Q7, inclusive no banco do passageiro de frente.

O Q7 traz de série o novo ar-condicionado deluxe com quatro zonas, com os mostradores de temperatura incorporados aos controles rotativos. Um display TFT (filme transistorizado) mostra a situação de importantes funções. Com um simples toque nos interruptores capacitivos o tamanho dos gráficos aumenta. Os passageiros de trás têm seus próprios controles. O sistema consome pouca energia, graças a inovações no motor do ventilador, na entrada de ar exterior, no eficiente circuito de refrigeração e a um sistema de controle flexível.

Junto ao sistema MMI navigation plus com MMI all-in-touch, o Q7 traz a bordo o Audi Virtual Cockpit – uma tela de 12,3 polegadas com 1.440 x 540 pixels de resolução, exibindo imagens superdetalhadas e extremamente nítidas. A posição da agulha do conta-giros, por exemplo, é calculada 60 vezes por segundo para garantir uma movimentação absolutamente fluida.

O motorista pode optar entre duas interfaces diferentes. No modo "Infotainment" uma janela central domina a vista, abrindo um grande espaço para o mapa de navegação ou para as listas de contatos do telefone, estações de rádio ou áudio. O conta-giros e o velocímetro são apresentados como mostradores redondos pequenos à esquerda e à direita. Na configuração clássica, a janela central é menor e os instrumentos aparecem na forma de grandes mostradores analógicos.

O motorista comanda o Virtual Cockpit como faz com o driver information display no painel de instrumentos analógico, através do volante multifuncional. Utilizando os interruptores no raio esquerdo, o condutor pode examinar os menus do computador de bordo, o sistema de áudio e, dependendo do equipamento, os sistemas de navegação e telefônico. À direita do volante ficam o ajuste de volume rotativo, o botão do comando de voz, os controles expressos do telefone e a função “skip” para trocas rápidas de estação de rádio ou música.

Imagem flutuante: o head-up display
A Audi também equipou o novo Q7 com um head-up display, que projeta informações e números importantes num campo de 200 mm x 80 mm no para-brisa. Um display TFT retroiluminado por um LED branco gera a imagem colorida. Dois espelhos a ampliam e redirecionam.

A informação parece flutuar numa janela a aproximadamente 2,1 m à frente do para-brisa. O olho humano registra a informação com extrema rapidez – não há necessidade de adaptar o olhar, saindo da visão a longa distância. Pelo MMI, o motorista pode escolher quais informações devem aparecer no display. Também é possível ajustar a altura e o brilho da imagem.

Para felicidade dos fãs sofisticados da alta fidelidade, o Q7 traz um sistema de som da Bose 3D, com som tridimensional. Dois alto-falantes adicionais nas colunas A criam a dimensão espacial da altura, dando à música uma qualidade etérea, como se executada ao ar livre a partir de um grande palco virtual.

A tecnologia 3D gera uma inédita experiência sonora. O coração do sistema de som Bose 3D é um amplificador de 558 watts com 15 canais. O inovador algoritmo da Bose analisa os componentes de uma peça musical e os posiciona perfeitamente no palco sonoro virtual. Para isso, utiliza 19 alto-falantes.

Nenhum outro modelo do segmento oferece atualmente tantos sistemas de assistência ao motorista como o novo Q7. Entre os equipamentos de série há o assistente de atenção, que analisa o comportamento do motorista e emite um alerta quando houver indicação de que ele esteja perdendo a concentração. Outros itens de série incluem o Hold assist (assistente de parada), limitador de velocidade ajustável, sistema de estacionamento traseiro e sistema de segurança Audi pre sense básico.

O Audi pre sense básico interage com diferentes sistemas do carro. Caso detecte uma condição de direção instável, pode iniciar medidas preventivas para proteger os ocupantes do veículo. Os cintos dos bancos dianteiros são retesados eletricamente e as janelas e o teto solar são fechados. Além disso, as luzes de alarme são ativadas para alertar os motoristas mais próximos.

O pacote opcional Audi side assist ajuda o motorista a partir de 15 km/h ao trocar de faixa, usando dois sensores de radar traseiros que têm alcance de cerca de 70 metros. Se um veículo for localizado no ponto cego ou se aproximar muito rápido, se acende um LED na carenagem do respectivo espelho retrovisor externo. Caso o motorista ainda assim acione a seta, o LED pisca sucessivas vezes com maior intensidade. O Audi side assist é ligado ao sistema Audi pre sense traseiro, que inicia medidas protetoras em caso de ameaça iminente de uma colisão na traseira do carro.

O Exit Warning Assist – alerta de desembarque – entra em ação quando o SUV para. Caso veículos ou bicicletas se aproximem por trás, o sistema avisa o motorista e os passageiros assim que eles abram uma das portas. O sistema usa as guias luminosas de LEDs do pacote de iluminação localizadas nas portas. Em uma situação perigosa, LEDs especiais de alta potência piscam e se acendem em vermelho. O alerta de desembarque permanece ativo até três minutos depois que a ignição é desligada.

Disponível no Pacote Tecnológico opcional, o assistente de visão noturna usa uma câmera infravermelha de longo alcance que reage ao calor irradiado por objetos. A informação, convertida em imagens em preto e branco, é exibida no cockpit virtual. O ambiente mais frio aparece escuro, enquanto animais e pessoas são mostrados com muito brilho. O sistema tem alcance de até 300 metros e pode detectar pessoas e grandes animais a cerca de 100 metros, destacando-os com marcadores amarelos.

Se uma situação de perigo for detectada, um som de alerta é emitido e um símbolo de advertência também aparece no painel. Nesse caso, o assistente de farol alto ilumina as pessoas, fora de áreas urbanas, com três curtos pulsos de luz.

Motor
O Q7 chega ao Brasil com o motor 3.0 TFSI, 28% mais econômico. O sistema start-stop inteligente é de série: quando o motorista deixa o carro rolar ao chegar a um sinal vermelho, por exemplo, ele desliga o motor antecipadamente, antes que a parada seja completa.

O 3.0 TFSI tem 2.995 cm³ de cilindrada (diâmetro x curso de 84,5 mm x 89,0 mm). Sua potência é de 333 cv e o torque máximo, de 440 Nm, disponível entre 1.250 e 5.000 rpm. O compressor é posicionado no V de 90 graus formado pelas bancadas dos cilindros e, quando necessário, movimentado por uma correia pelo virabrequim. O ar de admissão é comprimido a até 0,8 bar. Dois intercoolers integrados no alojamento do compressor resfriam o ar quente para que mais oxigênio entre nas câmaras de combustão.

Esse motor tem algumas tecnologias de eficiência muito poderosas. Uma embreagem eletromagnética corta o compressor em cargas até 250 Nm e rotação do motor de até 4.000 rpm. Dependendo da solicitação, uma injeção mista para redução de partículas com tecnologia FSI acontece, diretamente nas câmaras de combustão e indiretamente no coletor de entrada. Os comandos de válvulas de admissão e exaustão podem ser ajustados para 50 ou 40 graus. O atrito é reduzido na corrente de transmissão, anéis de pistões e comandos de válvulas. O radiador de óleo, bomba d'água e virabrequim também foram aperfeiçoados.

A nova transmissão tiptronic de oito velocidades foi projetada como uma transmissão clássica com conversor de torque, fazendo trocas suaves, rápidas e espontâneas. O alto número de marchas permite manter o motor em um regime de rotações próximo ao ideal, enquanto a alta relação de 7.1:1 cria uma marcha mais alta para diminuir a rotação e o consumo na estrada. Por outro lado, as marchas mais baixas têm relações esportivas e curtas.

O diferencial central autotravante – coração do sistema de tração integral quattro – é integrado à caixa da transmissão Tiptronic. O design do diferencial central e da tração do eixo dianteiro integrados ao câmbio é bem mais compacto e leve do que a caixa de transferência do modelo anterior, contribuindo assim com a maior parte das reduções de peso do trem de força.

Em condições normais, o diferencial central, com configuração planetária, distribui a força entre os eixos na proporção 40/60. Caso as rodas de um dos eixos percam a aderência, o sistema pode transferir sem demora até 70% da força para a frente e até um máximo de 85% para as rodas traseiras. Um item de software inteligente, o controle seletivo de torque complementa a tração quattro. Se uma das rodas no interior da curva perder carga, o software inicia uma precisa e leve intervenção no freio dessa roda. O comportamento da direção permanece neutro por mais tempo e a dirigibilidade torna-se mais precisa, ágil e estável. A tração fica ainda maior.

Outro sistema opcional do Q7 é o eixo traseiro dinâmico, ou seja, a direção nas quatro rodas – uma tecnologia não encontrada em outros produtos no segmento de SUVs e oferecida no Pacote Tecnológico opcional. No eixo traseiro é instalado um sistema de direção com comando elétrico e duas barras de direção, que vira as rodas traseiras em até 5 graus na mesma direção ou em oposição às dianteiras, dependendo da situação.

Em baixa velocidade, elas viram na direção oposta. Assim, o SUV fica muito mais ágil e o raio de curva um metro menor, o que é claramente percebido pelo motorista ao manobrar e estacionar. Entre 5 e 15 km/h, o direcionamento inverso atinge até 5 graus. Em velocidade maiores, as rodas traseiras seguem o movimento das dianteiras num ângulo de até 3,5 graus. Virando na mesma direção, elas melhoram a reposta do volante e aumentam assim a estabilidade em manobras evasivas. O novo Q7 vem de série com rodas de 20 polegadas.

Outras notícias da Audi botao

Siga-nos nas redes sociais e fique sempre bem informado
logotipo facebook logotipo twitter logotipo youtube logotipo instagram logotipo pinterest

 

VEJA TAMBÉM


 Heymar Lopes Nunes    Heycar News ©2020 

 

 

Vídeos

  • Vídeos
  • novidades
  • Tecnologia
  • Mercado
  • Fotos
  • Recall
  • ficha técnica
Veja o vídeo do novo Audi TT RS Coupé com motor 2.5 de 5 cilindros e 400 cv de potência.
A BMW Motorrad lançou no Salão de Milão as novas F850 GS e F750 GS, que em breve serão nacionais.
Veja o vídeo de divulgação da nova picape Chevrolet S10 Turbo Diesel 2018 automática que ficou 13% mais econômica.
Acompanhe a volta completa do Honda Civic Type R que bateu o record no circuito de Nürburgring.
A Audi confirmou que vai lançar dois novos modelos da linha Q, que chegam ao mercado a partir de 2018.
Arteon é o novo sport coupe apresentado pela Volkswagen no Salão do Automóvel de Genebra.
Mesmo em um ano de retrações em todos os setores do País, a Peugeot foi ousada em 2016.
O novo Ford Mustang, que só será lançado em 2018 tem vídeo divulgado que revela todas as novidades.
A Ford divulgou informações sobre o quadro de instrumentos do Ford GT, que será lançado em março.
  • <
  • 1
  • 2
  • 3
  • >
Template Settings

Color

For each color, the params below will be given default values
Blue Oranges Red

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Spotlight3

Background Color

Spotlight4

Background Color

Spotlight5

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction