Volkswagen Passat

Lançado em 1974, o Passat tinha tração dianteira e motor de 78 cv. Foi o sonho de consumo de muitos.

Um dos modelos mais importantes da história da Volkswagen no Brasil, o Passat está completando 45 anos de seu lançamento no País.

Primeiro veículo da marca no mercado brasileiro equipado com tração dianteira e motor refrigerado a água, o Passat chegou ao Brasil menos de um ano após seu lançamento na Alemanha, trazendo consigo inovações conceituais e tecnológicas inéditas para a época, além do elegante design, assinado pelo carrozziere italiano Giorgetto Giugiaro.

O novo modelo, fabricado em São Bernardo do Campo, lançado em 1974 como modelo 1975, foi oferecido inicialmente em duas versões de acabamento, L e LS, ambas com duas portas – à época, essa configuração era a preferida dos brasileiros. Seu desenho combinava traços de sedã e cupê, com a traseira estilo fastback. Por dentro, o Passat esbanjava espaço para cinco passageiros, com grande porta-malas (450 litros).

Entre as novidades tecnológicas, o Passat introduziu no País as juntas homocinéticas, a carroceria com zonas de deformação controlada em caso de colisão, o duplo circuito de freios em ‘X’, acionamento das válvulas por correia dentada, entre outras. O motor da versão de lançamento tinha 1.471 cm³ de cilindrada e gerava 78 cv e 11,5 kgfm de torque. Associado ao câmbio de quatro marchas, ele levava o carro da imobilidade a 100 km/h em 15,3 segundos – um tempo respeitável à época – e a uma velocidade máxima de 150 km/h. Tudo isso com baixo consumo, cerca de 12 km/l na estrada.

 

Evolução

O Passat brasileiro ganharia sua versão quatro portas um ano após o lançamento. Mas o modelo mais desejado na época foi o TS. Com motor de 1,6 litro importado da Alemanha, carburador de corpo duplo e câmbio de 5 marchas, em sua primeira versão o modelo era identificado pela dianteira com quatro faróis.

Contava também com conta-giros no painel (pouco difundido à época), mostradores auxiliares no console e volante de três raios. Em 1976, chegou também a versão 3 portas (hatchback), integrando o porta-malas à cabine. Uma versão 5 portas também foi fabricada no Brasil, mas apenas para exportação. Um modelo despojado, o Passat Surf, visando o público mais jovem, foi lançado em 1978.

 

Combustível alternativo

Em 1979, o Passat ganhou a opção do motor a etanol. Baseado no 1,5-litro a gasolina e com 65 cv, trazia como principal alteração a maior taxa de compressão (10,5:1), obtida por meio de um novo design dos pistões. Paralelamente, várias medidas foram adotadas para evitar a corrosão causada pelo combustível derivado da cana de açúcar.

Inicialmente, o Passat a etanol foi vendido com exclusividade para órgãos governamentais. As versões a etanol eram as mesmas da linha tradicional, a gasolina.

 

O Passat Iraque

Um modelo que marcou época foi o TSE, mais conhecido como ‘Passat Iraque’, por ser especialmente configurado para exportação ao país do Oriente Médio. Os iraquianos compraram cerca de 170 mil unidades do carro entre 1973 e 1988 e, por muito tempo, o Passat brasileiro tornou-se parte da paisagem urbana do país. Com quatro portas, motor de 1,6 litro e câmbio de quatro marchas, ele trazia bancos de veludo na cor vinho, radiador de cobre e ar-condicionado extra potente e acabou sendo oferecido também no mercado brasileiro, com boa aceitação.

Passando por várias mudanças de estilo e aperfeiçoamento constante, o Passat foi fabricado no Brasil até dezembro de 1988. No total, foram produzidos 897.829 carros, dos quais cerca de 221 mil para exportação.

 

Segunda geração

A segunda geração do Passat também foi fabricada no Brasil, mas, por razões estratégicas, teve o nome mudado para Santana. Lançado no país em 1984, o Santana teve versões com duas e quatro portas, além de uma station wagon, a Quantum. Contava com motores 1,8l a gasolina ou álcool e, opcionalmente, câmbio automático. Durante seus primeiros anos no mercado nacional, conviveu com a primeira geração.

 

Importação

O Passat voltaria ao mercado brasileiro a partir de 1994, já em sua quarta geração, produzida na Alemanha, nas versões sedã e perua (Passat Variant). Desde então, tem ocupado o posto de sedã topo de linha da Volkswagen e portador de inovações tecnológicas de ponta. Exemplos foram os motores FSI, com injeção direta, e TSI, com injeção direta e turbocompressor, que estrearam na sexta geração, lançada em 2006.

O modelo atualmente oferecido no país corresponde à oitava geração e foi o introdutor do Active Info Display (painel configurável totalmente digital). Ele traz também o ACC (controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, que mantém a distância do carro da frente), alerta de tráfego cruzado à ré, sistema de infotainment Discover Pro com tela de 9,2”, conexão com telefone celular App-Connect e Media Control, entre outros itens. O modelo dispõe de recursos avançados, como o motor 2.0 TSI de 220 cv, combinado ao câmbio DSG de seis marchas, faróis de LED com sistema DLA e sistema de freios pós-colisão.

Mundialmente, o Passat superou 30 milhões de unidades produzidas desde seu lançamento, colocando-se junto ao Fusca e ao Golf como um dos três modelos de maior sucesso na história da Volkswagen.

Volkswagen Passat

 Outras notícias da Volkswagen Notícias de outras marcas Página principal 

 

Siga-nos nas redes sociais e fique sempre bem informado
logotipo facebook   logotipo twitter logotipo youtube  logotipo instagram     logotipo pinterest

 

VEJA TAMBÉM

 

Heymar Lopes Nunes    Heycar News ©2019 

 

Filtro de combustível separador de água para MÁQUINA CASE?

POR APENAS R$ 39,00

Shop Tractor

Vídeos

  • Vídeos
  • novidades
  • Tecnologia
  • Mercado
  • Fotos
  • Recall
  • ficha técnica
Veja o vídeo do novo Audi TT RS Coupé com motor 2.5 de 5 cilindros e 400 cv de potência.
A BMW Motorrad lançou no Salão de Milão as novas F850 GS e F750 GS, que em breve serão nacionais.
Veja o vídeo de divulgação da nova picape Chevrolet S10 Turbo Diesel 2018 automática que ficou 13% mais econômica.
Acompanhe a volta completa do Honda Civic Type R que bateu o record no circuito de Nürburgring.
A Audi confirmou que vai lançar dois novos modelos da linha Q, que chegam ao mercado a partir de 2018.
Arteon é o novo sport coupe apresentado pela Volkswagen no Salão do Automóvel de Genebra.
Mesmo em um ano de retrações em todos os setores do País, a Peugeot foi ousada em 2016.
O novo Ford Mustang, que só será lançado em 2018 tem vídeo divulgado que revela todas as novidades.
A Ford divulgou informações sobre o quadro de instrumentos do Ford GT, que será lançado em março.
  • <
  • 1
  • 2
  • 3
  • >
Template Settings

Color

For each color, the params below will be given default values
Blue Oranges Red

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Spotlight3

Background Color

Spotlight4

Background Color

Spotlight5

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction